Abortion methods
Medical or Surgical abortion

Métodos
de aborto

Métodos
de aborto

Informação geral

Um aborto é um procedimento pessoal e apenas pode ser solicitado por uma grávida de acordo com a legislação nacional.

Existem infraestruturas específicas, tais como centros de aborto (centros de interrupção da gravidez), centros de planeamento familiar, consultórios médicos e clínicas/hospitais, para ajudar, informar e apoiar na tomada da decisão adequada para o seu caso.

Os profissionais de saúde estão obrigados a seguir determinados procedimentos para garantir um tratamento pessoal e confidencial. O apoio psicológico e social está disponivel e pode ser solicitado durante o procedimento.

Caso opte por interromper a gravidez, é obrigatória uma consulta inicial. Nesta primeira consulta, será determinada a idade gestacional e e é informada sobre os diferentes métodos de aborto (consoante os regulamentos do seu país). Terá informação detalhada sobre:

  • As diferentes etapas dos procedimentos
  • Os sintomas associados ao tratamento (por exemplo, dores semelhantes às menstruais, dor, náuseas, vómitos ou hemorragia)
  • A duração de cada procedimento e os potenciais riscos e complicações associados
  • A medicação necessária para o controle da dôr
  • Os cuidados de acompanhamento
  • Os métodos de contraceção e sobre o início ou o retomar da contraceção

A lei de alguns países obriga ao cumprimento de um período de reflexão. Que corresponde a um intervalo de dias (que é variável de pais para pais) entre a primeira consulta e o início do procedimento.

Um aborto é um ato médico e, por conseguinte, poderá implicar alguns riscos e complicações. Consulte o seu médico e certifique-se de que obteve todas as informações necessárias. Apenas os profissionais de saúde estão autorizados a realizar este ato.

Existem dois métodos de aborto distintos: o método medicamentoso e o método cirúrgico realizado por aspiração a vácuo sob anestesia.

Fiala C et al. Early medical abortion, a practical guide to healthcare professionals. 2.a edição, 2018.

Abortion methods
Medical or Surgical abortion

Métodos
de aborto

Informação geral

Um aborto é um procedimento pessoal e apenas pode ser solicitado por uma grávida de acordo com a legislação nacional.

Existem infraestruturas específicas, tais como centros de aborto (centros de interrupção da gravidez), centros de planeamento familiar, consultórios médicos e clínicas/hospitais, para ajudar, informar e apoiar na tomada da decisão adequada para o seu caso.

Os profissionais de saúde estão obrigados a seguir determinados procedimentos para garantir um tratamento pessoal e confidencial. O apoio psicológico e social está disponivel e pode ser solicitado durante o procedimento.

Caso opte por interromper a gravidez, é obrigatória uma consulta inicial. Nesta primeira consulta, será determinada a idade gestacional e e é informada sobre os diferentes métodos de aborto (consoante os regulamentos do seu país). Terá informação detalhada sobre:

  • As diferentes etapas dos procedimentos
  • Os sintomas associados ao tratamento (por exemplo, dores semelhantes às menstruais, dor, náuseas, vómitos ou hemorragia)
  • A duração de cada procedimento e os potenciais riscos e complicações associados
  • A medicação necessária para o controle da dôr
  • Os cuidados de acompanhamento
  • Os métodos de contraceção e sobre o início ou o retomar da contraceção

A lei de alguns países obriga ao cumprimento de um período de reflexão. Que corresponde a um intervalo de dias (que é variável de pais para pais) entre a primeira consulta e o início do procedimento.

Um aborto é um ato médico e, por conseguinte, poderá implicar alguns riscos e complicações. Consulte o seu médico e certifique-se de que obteve todas as informações necessárias. Apenas os profissionais de saúde estão autorizados a realizar este ato.

Existem dois métodos de aborto distintos: o método medicamentoso e o método cirúrgico realizado por aspiração a vácuo sob anestesia. 

Fiala C et al. Early medical abortion, a practical guide to healthcare professionals. 2.a edição, 2018.

Medical abortionMedical abortion

Aborto medicamentoso

O aborto medicamentoso inclui na maioria dos países onde o aborto é legal, a utilização 2 medicamentos que atuam em sinergia, tomados com um intervalo de 24-48 h. É um procedimento por etapas realizado, no máximo, em três etapas após a confirmação e a datação da gravidez.
Dependendo da legislação do seu país, você pode ter a opção de interromper a gravidez numa unidade de saúde (hospital, clínica autorizada), no gabinete de um médico ou em casa durante parte do processo. No último caso, certifique-se de que um familiar e/ou um amigo está presente para a apoiar, se necessário. Além disso, deverá ter conhecimento dos acontecimentos adversos associados ao aborto medicamentoso e de quem contactar se ocorrerem complicações. Nem todos os estabelecimentos de saúde realizam o aborto medicamentoso. Pelo que este for o método da sua preferência deve informar-se da sua disponibilidade no local a que recorreu.

Fiala C et al. Early medical abortion, a practical guide to healthcare professionals. 2.a edição, 2018.

Medical abortion - step 1 First medication intake

Toma do primeiro medicamento (mifepristona)

O primeiro medicamento será tomado por via oral diante de um profissional de saúde Após a toma, normalmente, pode retomar as suas atividades habituais.
Poderá sentir efeitos adversos como dor, náuseas, vómitos, diarreia, cólicas leves ou até hemorragias.

Se quiser saber mais sobre os efeitos adversos contra-indicações ou precauções de utilização, consulte o folheto informativo do medicamento.

Medical abortion - step 2 Second medication intake (prostaglandin)

Toma do segundo medicamento (prostaglandina)
(após 24-48 horas)

Consoante os regulamentos locais, pode tomar o segundo medicamento num estabelecimento de saúde ou no domicílio. No último caso, certifique-se de que um familiar ou um amigo está presente para a apoiar, se necessário.

Nas horas seguintes, poderá sofrer hemorragia e dor. Pode tomar os analgésicos prescritos pelo seu médico..
A expulsão ocorre, normalmente, 4 h após a administração do segundo medicamento e pode demorar até 72 horas.

Em caso de persistência de dor intensa, apesar dos analgésicos ou de hemorragia intensa contacte o seu médico ou dirija-se ao hospital mais próximo. O seu médico deverá informar sobre quem contactar e onde se dirigir caso ocorra qualquer problema.

Medical abortion - step 3 Control visit

Consulta de controlo
(14-21 dias após a toma do primeiro medicamento)

Esta consulta de acompanhamento é importante pois permite confirmar o sucesso do procedimento ao verificar a interrupção da gravidez. Para tal, o seu médico realizará um exame clínico (ecografia, teste de β-hCG (beta gonadotrofina coriônica humana) na urina ou no sangue)

Em caso de insucesso, o seu médico irá aconselhar sobre as suas opções. Após um aborto, a fertilidade recomeça com o próximo ciclo menstrual. Por conseguinte, caso não o tenha feito anteriormente, o seu médico irá aconselhar e recomendar o método contracetivo mais adequado para si.

Medical abortion - step 1 First medication intake

Toma do primeiro medicamento (mifepristona)

O primeiro medicamento será tomado por via oral diante de um profissional de saúde Após a toma, normalmente, pode retomar as suas atividades habituais. Poderá sentir efeitos adversos como dor, náuseas, vómitos, diarreia, cólicas leves ou até hemorragias.

Se quiser saber mais sobre os efeitos adversos contra-indicações ou precauções de utilização, consulte o folheto informativo do medicamento.

Medical abortion - step 2 Second medication intake (prostaglandin)

Toma do segundo medicamento (prostaglandina)
(após 24-48 horas)

Consoante os regulamentos locais, pode tomar o segundo medicamento num estabelecimento de saúde ou no domicílio. No último caso, certifique-se de que um familiar ou um amigo está presente para a apoiar, se necessário.

Nas horas seguintes, poderá sofrer hemorragia e dor. Pode tomar os analgésicos prescritos pelo seu médico..
A expulsão ocorre, normalmente, 4 h após a administração do segundo medicamento e pode demorar até 72 horas.

Em caso de persistência de dor intensa, apesar dos analgésicos ou de hemorragia intensa contacte o seu médico ou dirija-se ao hospital mais próximo. O seu médico deverá informar sobre quem contactar e onde se dirigir caso ocorra qualquer problema

Medical abortion - step 3 Control visit

Consulta de controlo
(14-21 dias após a toma do primeiro medicamento)

Esta consulta de acompanhamento é importante pois permite confirmar o sucesso do procedimento ao verificar a interrupção da gravidez. Para tal, o seu médico realizará um exame clínico (ecografia, teste de β-hCG (beta gonadotrofina coriônica humana) na urina ou no sangue)

Em caso de insucesso, o seu médico irá aconselhar sobre as suas opções. Após um aborto, a fertilidade recomeça com o próximo ciclo menstrual. Por conseguinte, caso não o tenha feito anteriormente, o seu médico irá aconselhar e recomendar o método contracetivo mais adequado para si.

Métodos
de aborto

Qualquer consulta suprarreferida poderá ser realizada remotamente, por telemedicina, se autorizada de acordo com os regulamentos locais.
Em qualquer momento do procedimento também poderá sentir necessidade de apoio psicológico.
Consulte o folheto informativo do medicamento ou o seu médico para saber mais sobre as potenciais contraindicações, outros efeitos secundários raros associados ao método medicamentoso e as precauções de utilização dos medicamentos. Recorde que uma hemorragia e dor fazem, de certo modo, parte do procedimento de aborto, pois, do ponto de vista médico, um aborto induzido por medicamentos é semelhante a um aborto espontâneo.

Tenha em atenção que podem ocorrer complicações, embora sejam raras. Por conseguinte, à semelhança de quaisquer procedimentos médicos, recomenda-se vigilância. Em caso de febre (com duração superior a 24 horas), mal-estar, dor persistente apesar dos analgésicos e/ou hemorragia intensa/persistente (a utilização de mais de dois pensos higiénicos por hora por mais de duas horas nos primeiros dois dias e / ou se a hemorragia durar mais de 12 dias), deve contactar imediatamente o seu médico ou o estabelecimento onde foi realizado o aborto.

Métodos
de aborto

Qualquer consulta suprarreferida poderá ser realizada remotamente, por telemedicina, se autorizada de acordo com os regulamentos locais.
Em qualquer momento do procedimento também poderá sentir necessidade de apoio psicológico.
Consulte o folheto informativo do medicamento ou o seu médico para saber mais sobre as potenciais contraindicações, outros efeitos secundários raros associados ao método medicamentoso e as precauções de utilização dos medicamentos. Recorde que uma hemorragia e dor fazem, de certo modo, parte do procedimento de aborto, pois, do ponto de vista médico, um aborto induzido por medicamentos é semelhante a um aborto espontâneo.

Tenha em atenção que podem ocorrer complicações, embora sejam raras. Por conseguinte, à semelhança de quaisquer procedimentos médicos, recomenda-se vigilância. Em caso de febre (com duração superior a 24 horas), mal-estar, dor persistente apesar dos analgésicos e/ou hemorragia intensa/persistente (a utilização de mais de dois pensos higiénicos por hora por mais de duas horas nos primeiros dois dias e / ou se a hemorragia durar mais de 12 dias), deve contactar imediatamente o seu médico ou o estabelecimento onde foi realizado o aborto.

Surgical abortionSurgical abortion

Aborto cirúrgico

O aborto cirúrgico é um procedimento instrumental que envolve uma aspiração a vácuo realizada, na maioria dos casos, sob anestesia. É realizado por um médico no bloco operatório de um estabelecimento de saúde.

O procedimento é realizado em uma ou duas etapas, em função da Lei do país.

Medical abortion - step 1 First medication intake

Procedimento cirúrgico

A intervenção cirúrgica, que consiste numa aspiração a vácuo, é realizada sob anestesia local ou geral.

Com base no seu registo médico, o anestesiologista excluirá previamente qualquer potencial contraindicação relativa ao anestésico. O médico também poderá dar-lhe um medicamento para preparar o colo do útero antes da cirurgia.

O procedimento dura cerca de vinte minutos. Em seguida, será transferida para uma unidade de cuidados pós-anestesia para monitorização. Por norma, são necessárias algumas horas para a recuperação, independentemente do método de anestesia escolhido. Regressa a casa no mesmo dia. Se for utilizada anestesia geral deve procurar regressar a casa acompanhada por um familiar ou amigo.

Nos dias seguintes à interrupção cirúrgica da gravidez, poderá sofrer hemorragia ligeira e alguma dor Pode retomar a sua vida profissional.Estes sinais são o resultado do procedimento cirúrgico e não exigem obrigatoriamente que consulte o seu médico. A hemorragia e a dor deverão diminuir gradualmente.

Medical abortion - step 2 Second medication intake (prostaglandin)

Consulta de controlo
(após 14-21 dias)

Dependendo do procedimento cirúrgico pode ser necessária uma consulta de controle
para confirmar que a gravidez foi interrompida através de um exame clínico (ecografia, teste de β-hCG na urina ou no sangue).

Em caso de insucesso, o seu médico irá aconselhar sobre as suas opções. Após um aborto, a fertilidade recomeça com o próximo ciclo menstrual. Por conseguinte, caso não o tenha feito anteriormente, o seu médico irá aconselhar e recomendar o método contracetivo mais adequado para si.

Medical abortion - step 1 First medication intake

Procedimento cirúrgico

A intervenção cirúrgica, que consiste numa aspiração a vácuo, é realizada sob anestesia local ou geral.

Com base no seu registo médico, o anestesiologista excluirá previamente qualquer potencial contraindicação relativa ao anestésico. O médico também poderá dar-lhe um medicamento para preparar o colo do útero antes da cirurgia.

O procedimento dura cerca de vinte minutos. Em seguida, será transferida para uma unidade de cuidados pós-anestesia para monitorização. Por norma, são necessárias algumas horas para a recuperação, independentemente do método de anestesia escolhido. Regressa a casa no mesmo dia. Se for utilizada anestesia geral deve procurar regressar a casa acompanhada por um familiar ou amigo.

Nos dias seguintes à interrupção cirúrgica da gravidez, poderá sofrer hemorragia ligeira e alguma dor Pode retomar a sua vida profissional.Estes sinais são o resultado do procedimento cirúrgico e não exigem obrigatoriamente que consulte o seu médico. A hemorragia e a dor deverão diminuir gradualmente.

Medical abortion - step 2 Second medication intake (prostaglandin)

Control visit
(14-21 days after)

Dependendo do procedimento cirúrgico pode ser necessária uma consulta de controle
para confirmar que a gravidez foi interrompida através de um exame clínico (ecografia, teste de β-hCG na urina ou no sangue).

Em caso de insucesso, o seu médico irá aconselhar sobre as suas opções. Após um aborto, a fertilidade recomeça com o próximo ciclo menstrual. Por conseguinte, caso não o tenha feito anteriormente, o seu médico irá aconselhar e recomendar o método contracetivo mais adequado para si.

Tenha em atenção que o aborto cirúrgico é um procedimento invasivo e alguns efeitos secundários, tais como dor e perda de sangue, fazem parte do procedimento. Contudo, a experiência de cada mulher poderá ser diferente.

Tenha em atenção que podem ocorrer complicações, embora sejam raras, tais como hemorragia, lesão no útero, infeção ou problemas associados à anestesia. Por conseguinte, recomenda-se vigilância e deve contactar o seu médico em caso de febre, perda de sangue significativa, dor abdominal intensa ou mal-estar.

Para obter mais informações sobre aborto, consulte o seu profissional de saúde mais próximo, que também irá facultar os dados de contacto do centro de aborto mais próximo.

Comparação dos dois métodos de aborto

Abortion Methods - Comparison of the two abortion methods

Método

Aborto medicamentoso

Aborto cirúrgico/aspiração

Realizado por

A doente, que toma o comprimido de modo autónomo. Maior independência para a mulher.

Um profissional qualificado (normalmente, um médico). O profissional assume a responsabilidade.

Quando

4 a 9 semanas* de amenorreia

6 a 14 semanas de amenorreia

Duração

Vários dias

3 a 10 minutos

Consultas

1 a 4 consultas (incluindo aconselhamento), de acordo com o país ou o profissional. Possível planeamento de acordo com a preferência da doente.

1 a 3 consultas (incluindo aconselhamento), de acordo com o país ou o profissional. Planeamento de acordo com a agenda da clínica.

Medicação adicional

Analgésicos na maioria dos casos.

Anestesia local ou geral. Analgésicos.

Hemorragia

Mais difícil de prever e controlar. Por norma, um pouco mais intensa e mais longa do que a menstruação (ou seja, 80 ml).

Perda de sangue total equivalente à do aborto medicamentoso, mas menor número de dias de hemorragia após o procedimento.

Efeitos secundários**

Dor tipo caimbra (frequente), náuseas e (raramente) vómitos ou diarreia.

Às vezes, dor curta tipo caimbra, náuseas e vómitos após a cirurgia.

Complicações (muito raramente)

Hemorragia intensa, continuação da gravidez e infeção.

Lesão no útero, infeção, problemas associados à anestesia.

Efeitos na fertilidade

Nenhum efeito.

Nenhum efeito, se o procedimento for corretamente realizado e sem complicações.

Contraceção

Método eficaz necessário imediatamente.

Método eficaz necessário imediatamente.

* Este limite pode ser aumentado consoante os regulamentos do país

** Outros efeitos colaterais podem ocorrer. (Consulte o folheto do medicamento)

Fiala C et al. Early Medical Abortion, a practical guide to healthcare professionals. 2nd Edition, 2018, p.42.